Estresse afeta trabalhadores em escala mundial

strees-site

Numa visão global de um estudo da consultora Willis Towers, que focou em medir um dos principais problemas entre empresas e empregados, quase 1.700 empresas de médio e grande porte em 34 países, o estresse aparece em primeiro lugar, mostrando como esse problema afeta os trabalhadores em escala mundial.
Os números são ainda mais alarmantes quando vemos as estatísticas de outras regiões:
EUA (75%);
Europa, Oriente Médio e África (74%)
América Latina (72%).

Apenas na Ásia Pacífico a preocupação com o estresse e menor, citada por 44% das empresas.

Afastamento de trabalhador por estresse aumenta com a recessão

Os números da Previdência Social advertem: a crise econômica já faz mal à saúde do brasileiro. A
participação das doenças mentais nos afastamentos associados ao trabalho subiu de 4% para quase
5% das licenças nos últimos três anos. Algumas delas, como transtornos ansiosos e reação grave ao estresse, cresceram ainda mais -com taxas de expansão na casa dos 30% nesse mesmo período. São sintomas de uma relação já observada e medida em países desenvolvidos: recessões prolongadas, como a que o Brasil atravessa agora, afetam a saúde mental da população. com fortes prejuízos sociais e econômicos.
Pesquisas recentes mostram que a crise financeira global, que estourou em 2008, provocou aumento da incidência de doenças como depressão e da taxa de suicídio em vários países. Os dados mais recentes de saúde no Brasil ainda não foram computados, mas o relato de especialistas e as estatísticas da Previdência já indicam efeitos da atual contração econômica brasileira, que já dura dois anos.

(Fonte: Folha UOL/Mercado — 24/07/2016)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *