1º Workshop de Ergonomia Digitador Chile
Brasil e Chile unidos para aprimorar o bem estar no ambiente de trabalho

Aconteceu na última quinta feira (05/02/2015) na cidade de Santiago – Chile, o 1º Workshop  de Ergonomia Digitador. O evento reuniu renomados profissionais de Ergonomia e segurança no trabalho entre eles, Consuelo Vergara – Presidente da SOCHERGO (Sociedade Chilena de Ergonomia), Dr. Miguel Acevedo – Vice presidente da SOCHERGO (Sociedade Chilena de Ergonomia), Luis Salamanca – Universidade Santo Tomás, Lilian Martínez – Referente Nacional de Ergonomía Instituto de Segurança Laboral e Denise Chiaradia – Especialista em Ergonomia, certificada pela ABERGO.

O propósito do evento foi conhecer melhor e discutir sobre as atuais condições de trabalho dos colaboradores no Chile, tendências de má postura que visam um aumento das enfermidades de ordem ergonômica e apresentar soluções que oferecem prevenção de patoligias e enfermidades , aumento da produtividade nas empresas, maior conforto e bem estar no ambiente de trabalho.

Dentre os temas abordados, se destacaram:

  • Breve abordagem do cenário brasileiro de patologias, riscos, tendências e fiscalização;
  • A má postura dos colaboradores que atuam em escritórios e call centers no Chile;
  • A tendência ao sedentarismo e a possibilidade da aplicação de postos de trabalho em pé até mesmo em escritórios;
  • A necessidade de o país estabelecer uma norma regulamentadora, como a que existe hoje no Brasil;
  • Falta de normas Chilenas para precionar as empresas a investirem em ergonomia;
  • A Falta de dados estatísticos sobre enfermidades por lesões musculo-esquelética, que poderiam impulsionar essa conscientização no Chile;
  • As empresas brasileiras tem consciência de que o custo do investimento em ergonomia é menor do que reparar os danos causados pela falta de investimento, incluso as multas que possuem valor expressivo;
  • Designers de produtos no Chile levam em consideração apenas a estética;
  • Criação da nova norma TERMET do Chile em 2013 que deve entrar em vigor dentro 5 anos;
  • A necessidade aplicar matérias de conscientização a ergonomia nas grades currículares das universidades Chilenas;
  • A percepção das empresas quanto ao benefício que traz a aplicação de produtos ergonômicos;
  • O interesse da SOCHERGO (Sociedade Chilena de Ergonomia) em fazer certificação de produtos ergonômicos;
  • A mudança de comportamento das crianças com o uso de tablets e computadores (Aplicação da ergonomia em casa);
  • A importancia de visitar empresas e avaliar os postos de trabalho, evitando mudança de hábitos que impliquem no mau uso dos produtos ergonômicos;
  • A boa aceitação das empresas Chilenas quanto aos produtos ergonômicos;
  • Soluções ergonômicas que podem ser adotadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.